Todos os posts em

dia da nutella

Olha, eu não sei você, mas pensando aqui eu acho que não conheço ninguém que não goste de Nutella. Até eu, que não sou muito fã dos doces, não resisto a uma bela colhereda de Nutella direto do pote. E você já deve ter percebido que Nutella é o tema da vez, porque dia 05 de fevereiro é o Dia Internacional da Nutella!! \o/ E pra comemorar tem um post todinho dedicado ao assunto. Tem receita minha pra você, tem apetrechos para você fazer sua própria receita e tem história! Pra começar, vou te contar que a pasta de avelã mais amada no mundo foi criada no Itália, nos idos dos anos 1940, e incialmente não tinha essa textura de pasta, mas sim sólida! Em 1951 foi criado o Supercrema, a pimeira versão da Nutella. O primeiro pote de Nutella como conhecemos hoje e com esse nome foi exportado em abril de 1964, e daí pra frente foi só sucesso. Ponto pra filha do Sr. Ferrero, que teve a brilhante ideia de abençoar outras bocas …

cookie com gotas de chocolate, pistache e flor de sal

cá estou eu novamente, falando dessa época festiva e cheia de celebrações chamada dezembro. então eu vou te contar um segredinho. essa receita ia entrar no ar só em janeiro, até o minuto em que eu dei a primeira mordida nesse cookie e percebi que ele é um presente de natal comestível per-fei-to. ano passado a nossa sugestão de lembrancinha natalina foi esse sal do himalaia com tomilho e limão siciliano que também arrasa corações! você também pode ir de biscoito de gengibre ou relish de tomate, que tal? porque vamos combinar o seguinte, às vezes é complicado comprar presente pra todo mundo, e às vezes a gente quer dar uma coisa beeem nossa, que veio lá do fundo do peito. e quando a gente faz a própria lembrancinha dá muito orgulho, e enche de alegria quem recebe :) mas a história dessa receita é a seguinte. eu queria fazer cookies. porque o céu é o limite, e eu queria aprender a fazer cookies. afinal, a humanidade ama cookies. mas eu gosto de cookies macios. lá na gringa eles chamam …

muffin de banana com semente de papoula e topping de amêndoas

eu sei que eu dei uma sumida, mas o importante é que estamos de volta, certo? eu fiquei com o coração apertado por ter deixado de aparecer aqui esses meses, mas eu fiquei chafurdada em caixas de mudança mais tempo do que eu imaginava. e tudo que eu queria era que alguém cozinhasse pra mim, e não ter que me pensar em mais nada. sabe aqueles dias que você só quer uma comida quentinha e um silêncio? foram muitos desses por aqui. mas enfim. mudança feita, 38 caixas abertas, móveis no lugar, vitrola funcionando, casa nova, uma vida nova pela frente, em uma cidade nova! e muito importante: uma cozinha nova! :) ainda estou me acostumando, ainda estamos nos entendendo e logo estaremos 100% em forma e produzindo todas as receitas que estão na lista de espera. e pra comemorar a volta depois desse breve hiato, eu queria muito uma receita daquelas que a gente adora. abracinho em forma de comida. comida com memória afetiva, que a gente divide com os amigos, que a gente faz quando quer agradar …

bolo mesclado de chocolate com creamcheese

esse bolo demorou para chegar aqui, para virar post, para eu ter certeza que ele estava pronto para ser público. na primeira tentativa, o bolo queimou. eu ainda consegui raspar uma colher para provar, mas foi tudo pro lixo. ok, acontece. bolos queimam, receitas desandam, e assim vamos aprendendo. fui para a segunda tentativa, que foi bem mais feliz. mas quando eu fui tirar o bolo da geladeira vi que ele tinha rachado. eu ainda não tinha certeza, os sabores não estavam equilibrados e as texturas não estavam 100%. comi, fotografei, distribui e fiquei dias pensando em postar x não postar, porque quem comeu amou e pediu a receita. ao longo do processo decisório, eu esbarrei com esse cartão, que praticamente gritou na minha cara: prefira o feito no lugar do perfeito. mas nem tudo é tão simples assim. principalmente quando seu nível de exigência é um pouco alto, e você preza profundamente pela qualidade das suas receitas e pela felicidade dos seus leitores. então eu encarei uma terceira tentativa, alterando o método e algumas quantidades. então …

bolo de limão com alecrim

tem receita aqui, quietinha, esperando pra aparecer e conquistar o mundo. elas virão, eu prometo. é que veja bem, os dias andam corridos e acabando rápido. quando vi, já foi e ainda não deu tempo de fazer tudo. é fase, vai passar. quando acabar eu vou fazer outro bolo desse pra comemorar. pra comer uma fatia (ou duas) tomando um cafezinho, sem plano, com o pé pra cima, olhando a nuvem passar. vai ser bem assim, e esse bolo vai abraçar meu descanso e o dia vai ter mais tempo. enquanto esse dia não vem, venho aqui te dar essa receita que eu achei no site da minha ídola master what katie ate. eu queria ser amiga da katie. também queria ser amiga do robert downey jr., mas não sei se ele cozinha. e além disso eu me identifico fortemente com a katie, que era designer e virou fotógrafa e receiteira das comidas mais lindas ever! eu também era designer, se você não sabia. não que dê pra pessoa parar de ser designer, porque o …

blondie

você já comeu blondie? eu nunca tinha comido até essa foto bonita aí. eu nem sabia que existia o blondie. da primeira vez que eu vi, achei bonitinho e fiquei pensando nele. paquerando o blondie, basicamente. daí um dia deu um click e eu pensei: aaaahhhh blondiiiieee primo do browniiee!!! gente, que revelação. (sei que isso soa um pouquinho idiota :p) eu fiquei tão animada que fui até o wikipedia porque eu queria saber quem foi quem inventou o blondie (que diz o wikipedia ser um brownie sem o chocolate), mas não achei. achei apenas que a primeira receita de brownie foi publicada em 1896. ou seja, sua avó já comia brownie. essa receita foi adaptada e a é original do food52, e é muito fácil. eu fiz e cortei em quadradinhos, então virou um mini docinho. aquele que a gente vai roubando de pouquinho em pouquinho, e quando vê já foi. você pode fazer e dar pro vizinho ou pros seus amigos do trabalho :) e essa é daquelas receitas que não tem segredo. …

biscoito de gengibre – gingerbread

então é isso. o natal tá aí batendo na porta, e as minhas mini férias acabaram. hora de pensar na ceia, na mesa, no vinho. hora de pensar as metas de 2015, de escrever num papelzinho o que você quer no próximo ano. eu pensei muito sobre posts natalinos ou não natalinos, sobre dicas natalinas, sobre rabanadas e perus e afins. a ceia na minha casa não é muito tradicional, não. então nem vale eu te dar receitas tradicionais natalinas, né? eu já sei que vamos ter pernil e ainda estou decidindo os acompanhamentos. mas a minha colaboração pro seu natal esse ano vai ser mesmo essa receita deliciosa de biscoito e a sugestão do sal aromatizado para você presentear. talvez ainda volte aqui com uma rabanada, quem sabe! eu tirei mini férias e levei um tupperware cheio de biscoitos de gengibre. tudo bem que pareciam mais monstrinhos de gengibre, coitados! preciso rever urgentemente minhas habilidades de confeitar para a próxima fornada de biscoitos. ;) eu lembro até hoje da primeira vez que comi esses biscoitos, há quase 15 …

muffin de banana com amora

continuamos na busca do muffin perfeito por aqui. eu sei que eu já falei pra você sobre meu carinho com os muffins. mas é que eu não resisto. na minha cabeça eu relaciono o muffin a uma coisa especial, um momento de comer alguma coisa que eu realmente gosto muito. e eles ficam prontos tão rapidinho, aceitam tantos tipos de recheio que fica bem difícil enjoar. você tem aí na sua casa farinha, ovo, açúcar, leite e fermento? tem, né? que mais? tem banana, morango, amora, chocolate, limão? baby, vamos transformar tudo isso num muffin e alegrar essa vida! eu fiz essa leva de muffins numa sexta-feira. acordei no sábado, coloquei meu café na minha xícara linda de morrer de coruja, sentei no sofazinho e pronto. um bolinho, dois bolinhos, um golinho de café e pronto. eu sei que você pode ficar um pouco na dúvida porque afinal são 12 bolinhos. mas você não precisa comer todos eles, certo? leva pros seus amigos, embrulha um outro pro vizinho, faz um agrado pra sua família. come uns dois, …

brunch + pesto de salsa

existe coisa mais preguiçosa e deliciosa do que um brunch no fim de semana? você senta, come, bate papo… come de novo, experimenta uma outra coisinha, muda de lugar e curte mais um pouco. é meio desculpa pra acordar tarde e se permitir comer umas coisas mais gorditas no café da manhã! e por isso eu passei di-as pensando qual iria ser o cardápio desse brunch que fiz para um encontro de amigas. queria alguma coisa prática e que não ficasse me levando toda hora pra cozinhar pra pegar/preparar alguma coisa, e que não tivesse a preocupação do tempo para servir. depois de pensar muito, o cardápio escolhido foi: sanduíche aberto com pesto de salsa, frittata de aspargos com tomate cereja, relish de tomate, torta de limão, bolinhos de amêndoa com morango, croissant, frutas, salame, queijo e geléias. resultado: ficamos a tarde inteirinha em volta da mesa nos deliciando e matando a saudade :) mas hoje vamos falar dessa sanduíche aberto com pesto de salsa. a combinação escolhida foi lombo canadense, queijo curado de cabra, tomate italiano e …

torta de limão

eu amo torta de limão. minha mãe também ama torta de limão e acho que ela passou isso pra mim. eu não sou super fã de doce, como vocês já sabem. mas eu adoooro um azedinho e um amarguinho, acho que por isso gosto tanto de torta de limão. aquele azedinho doce mas não tão doce. sabe o que eu amo? aquelas jujubas azedinhas em forma de minhoca que só servem pra dar cárie nos dentes. e eu tomo uma limonada todo dia, na minha cabeça eu visualizo a vitamina c entrando na minha corrente sanguínea e me deixando super forte e saudável e limpa de coisas ruins. pode rir da minha cara, mas a gisele bundchen também toma limonada todo dia! pois semana passada eu fiz um brunch para as minhas amigas de faculdade lá em casa. esse brunch ainda vai ser assunto de post semana que vem, aguardem. uma das amigas disse que queria um torta de limão, que eu tinha deixado ela viciada. mais uma pra corrente da torta! acontece que aqui missão dada …