Todos os posts em

receitas minhas

abobrinha grelhada com avocado e coentro

abobrinha é aquele legume que fica lá no fundo da geladeira, meio sem destino, mas que a gente insiste em comprar toda semana. mas com essa receita de abobrinha grelhada ela não fica mais sem graça e esquecida, e ainda vira acompanhamento que brilha muito! eu confesso que eu tenho um mini sofrimento quando chega a hora do almoço durante a semana. porque eu trabalho em casa, almoço em casa sozinha e isso normalmente significa que chegou a hora de visitar a cozinha e preparar alguma coisa. calma. eu amo cozinhar, sim. mas eu gosto de cozinhar pra um monte de gente, pra minha família, pra compartilhar o que eu fiz. cozinhar só pra mim perde um tanto da graça. mas dia desses eu resolvi almoçar essa “salada” de abobrinha grelhada com mais dois ingredientes que eu adoro: avocado e coentro. pronto, animei o dia e almoçar sozinha não foi essa tristeza. uma coisa que eu costumo fazer muito é finalizar as saladas com ervas. tipo: alface e salsa, espinafre e hortelã, legumes com cebolinha, …

salada caprese com burrata e pesto

ontem eu lancei no instagram se vocês queriam receita de salada caprese com pesto ou de iogurte caseiro. a salada caprese ganhou por pouco, e eu tinha certeza que o vencedor da disputa seria o iogurte. mas tudo bem, ainda teremos iogurte por aqui. essa salada foi a estrela do final de semana aqui em casa, impossível não dividir com vocês. mas vamos lá, salada caprese é aquela receita super clássica com tomate, mussarela e manjericão, temperada com azeite e sal. com ingredientes de qualidade você não precisa de mais nada na verdade. mas precisa ser tão básico assim? não. e é por aí que começamos a falar sobre substituições que brilham muito. uma coisa que eu sempre insisto e tento ensinar nas minhas aulas é que, a partir do momento que você entende a técnica, o método, a base da receita, você é livre para voar sozinho na cozinha. se você aprende a base de um bom risotto, você pode fazer risottos maravilhos de qualquer coisa :) aí entram os ingredientes que você gosta, …

caldo verde vegetariano

depois de 8 dias no sol da bahia, levamos um choque de realidade com os 18º paulistanos ontem. primeiro dia útil depois de férias, dia de basicamente colocar a vida em ordem, deletar emails e se planejar para a rotina que segue. e essa rotina inclui organizar a despensa, a geladeira e voltar a cozinhar. uma das primeiras coisas que eu fiz fui ir ao instituto chão reabastecer a geladeira. depois de férias regadas a cerveja e friturinha na beira da praia é bom colocar a alimentação no eixo. da minha sacola de orgânicos veio um pezinho de couve, ainda meio sem destino. mas a onda de frio chegou, e rapidamente a couve já tinha seu final feliz: virar um maravilhoso e cremoso caldo verde. como eu já comentei aqui tenho evitado carnes, então essa versão do caldo verde é vegetariana (e vegana). claro que se você quiser pode adicionar o paio, basta cortar em cubinhos ou fatias, passar na frigideira enquanto as batatas cozinham e depois adicionar ao caldo. além de ser vegetariano esse caldo verde …

lasanha vegetariana com abobrinha grelhada

eu curto muito esses preparos sem fim que alguns pratos pedem. um pernil marinado por 12 horas, um pato assado por 4, uma lasanha que demora 3 horas para ganhar a mesa. a química, a transformação dos ingredientes, o resultado de horas e horas de calor. cada elemento tem sua função e você sabe que estão todos ali, unidos, trabalhando juntos e proporcionando dancinhas de alegria a cada garfada. e pra mim tá pra ser criada ainda uma coisa mais maravilhosa do que lasanha. e juro, vale cada minuto do preparo. e é uma prática bem interessante pensar: vou me dedicar plenamente a fazer esse prato durante x horas. toda sua atenção ali, a relação com os ingredientes, a observação da cocção, você e a panela. porque sim, cozinhar também pode ser uma forma de meditar. já pensou nisso? se a gente corre tanto durante a semana, mal sabe o que come, não tem tempo pra nada, a cozinha do final de semana pode ser um momento de tranquilidade e conexão com o tempo. eu nunca …

risoto de funghi com sálvia crocante

durante muito tempo da minha vida, e eu digo vários e vários anos, eu fui uma pessoa bem previsível quando se tratava de escolhas em restaurantes. na verdade parecia que todos os cardápios só tinham uma única opção, chamada molho funghi. foram anos a fio colecionando spaghettis, raviolis e risottos ao molho funghi, ignorando todos os tomates, queijos e maravilhosos legumes que eu poderia ter experimentado. era uma fixação enorme, um misto de paixão com medo de arrependimento, imagina gastar uma refeição e pedir uma coisa menos maravilhosa do que molho funghi?? até o dia que eu resolvi provar outro molho e fui parar no hospital com intoxicação alimentar, veja bem. resultado: mais alguns anos de funghis diversos. e quando eu comecei a cozinhar, adivinha o que eu fazia? arroz com funghi!! é sério. mas o importante é que essa fase passou e hoje eu sou uma pessoa livre!! sim, eu continuo apaixonada por cogumelos, vide a quantidade de receitas com cogumelo que você acha por aqui. mas também, como eu já disse antes, cozinhar te possibilita …

poke de atum

eu tenho muita preguiça de “moda”. a roupa de moda, a música, a comida, afe! sou apegada, nostálgica e pouco consumista (a não ser que se trate de pratos e bowls e garfos). então toda vez que aparece a comida “da moda” eu não tenho nem vontade de provar. primeiro porque provavelmente em 6 meses vai aparecer uma pesquisa dizendo que aquilo não faz tããão bem assim pra sua saúde. segundo que vai acabar e depois vão inventar outra moda e não deu nem tempo de curtir a primeira. terceiro porque rola uma histeria coletiva, fica tudo caro e com fila e também me dá preguiça. acho que também eu não quero me apegar a uma coisa que vai durar um ano e puft, acabou! eu demorei meses pra ir provar o tal do poke, por todos os motivos listados acima. mas um belo dia eu passei no restaurante de poke que era o que tinha me interessado, entrei, esperei um cadinho  e ganhei um super bowl de poke lindo na minha frente. como eu sou bem …

muffin de abobrinha com queijo emmental

acabei de chegar em casa de um workshop de PANCS (plantas alimentícias não convencionais). meio atrasada pra publicar a receita de hoje, meio com a cabeça ainda em outro lugar, meio pensando em receitas com abobrinhas. meio pensando que se ainda há tanta resistência para comermos uma simples abobrinha, quantos passos ainda faltam pra termos PANCS no prato do dia a dia? o workshop foi incrível. tanta “coisa” dá pra comer, que saí de lá me sentindo ignorante, quase impotente. num brasilzão desses, com tantas centenas de temperos e plantas e espécies e possibilidades, e eu aqui colocando tomilho no muffin. quero me embrenhar na cozinha, testar os matinhos, criar umas receitas novas e dividir com vocês. pra gente saber que abobrinha pode ser bom, mas explorar o que a natureza nos oferece pode ser melhor ainda. mas voltando ao muffin. não vou menosprezar a abobrinha à essa altura, porque meu objetivo maior aqui é te inspirar a cozinhar e, de quebra, comer melhor. e essa receita de muffin de abobrinha com emmental é quase golpe …

lula recheada

ah, o verão. essa maravilhosa temporada de praia, mar, comidas fresquinhas e cerveja gelada. ou alagamentos, temporais e dias abafados, se você mora em são paulo. mas isso não importa. o que importa é que a nossa receita de hoje é a cara do verão. aquela de comer com a mão, com sabor de férias na praia, de sossego e cochilo na rede. você não precisa ter praia, basta uns amigos, uma lula recheada e a festa está pronta! há meses eu tenho vontade de fazer essa receita, mas semana passada saí da feira com um pequeno carregamento de cogumelos. as lulas estavam lindas e frescas, não havia mais desculpa para adiar a receita. e quando eu servi, a primeira coisa que pensei foi: nossa, isso tem sabor de férias na praia :) acaba que o recheio vira uma farofinha de cogumelos, e essa combinação com limões suculentos e lula na frigideira foi só sucesso. certamente vai se repetir muitas vezes aqui na mesa de casa. você pode fazer essa receita como entrada ou como prato principal, …

noodles, cogumelos, aspargos e molho de ostra

ainda vale dar feliz ano novo? :D 2018 chegou e cá estamos, com a primeira receita do ano, eu chegando cheia de energia e achando que vou postar receitas duas vezes por semana o ano todo. para o meu plano dar certo, gostaria de fazer um pequena enquete: que receitas / técnicas / ingredientes vocês querem ver por aqui? respostas nos comentários (também vale email / facebook / instagram) pra me ajudar a fazer a programação serão muito bem-vindas! mandem seus ois e recadinhos que eu vou amar <3 pois bem, vamos falar do ingrediente mágico de hoje! eu costumo ir em um restaurante japonês onde servem sashimi de atum com molho de ostra e furikake e gergelim. normalmente eu como 587 pedacinhos, só porque essa combinação ganhou meu amor eterno. eu poderia comer isso basicamente todos os dias, e acho que eu seria capaz de usar molho de ostra tipo ketchup. ok, sem exageros. isso é pra dizer que eu sugiro você ter um potinho de molho de ostra na sua despensa, porque certamente ele será …

paleta de porco assada

amados, dezembro chegou! e pra não perder o hábito, começaremos com nosso maravilhoso menu natalino. que obviamente você pode fazer o ano inteiro, mas tem muito mais graça no natal! bem, pra começar, é meio complicado fazer um jantar de natal antes do natal, mas acabou que isso virou uma tradição por aqui. primeiro porque eu quero testar todas as receitas para passar pra vocês, segundo porque descobri que é muito divertido fazer uma festa algumas semanas antes, colocar meu vestidos de renas e passar algumas horas fingindo que é natal, comendo e papeando (e bebendo, lógico!). nossa primeira receita é uma paleta de porco assada por vááárias horas. depois teremos a melhor batata gratinada do mundo, salada de repolho com molho de iogurte, queijo feta e semente de girassol torrada e um irresistível brownie de chocolate com cheesecake – sim, as duas coisas num pedaço só! comecemos pela saga do porco. primeira informação importante: você pode substituir a paleta por pernil. segunda informação importante: você precisa de muitas horas e paciência, mas juro que vale a …