Todos os posts com tag

cacio e pepe com linguiça

eu tenho uma listinha de receitas que quero fazer, e essa massa cacio e pepe tava lá há tempos esperando acontecer. a lista tem de tudo que eu vou lembrando ao longo do caminho, desde coisas do dia a dia até empanadas assadas – que demandam um pouco mais de tempo e vão ficando pro final da lista. se você não conhece, cacio e pepe é uma receita clássica italiana, que leva apenas dois ingredientes: queijo e pimenta. não tem como ser mais simples que isso, e mesmo assim é o tipo de comfort food que ninguém resiste! mas o meu cacio e pepe teve um ingrediente a mais, a linguiça artesanal maravilhosa do meus amigos do pirineus. eles recentemente abriram uma lojinha aqui em são paulo, e você pode levar todos os embutidos pra casa, abrir um vinho pra acompanhar e apenas ser feliz. apesar de levar apenas 2 ingredientes, existe toda uma técnica para que a sua receita de cacio e pepe fique perfeita. use massa de boa qualidade sem ser integral. um …

rigatoni com camarão e vinho branco

ah, l’amour! andar de mãos dadas, dormir agarradinho e dividir as refeições e o vinho com a pessoa amada <3 pra comemorar esse dia dos namorados, vamos de rigatoni com camarão e vinho branco! bom, a gente já sabe que dia dos namorados fica tudo cheio, e eu acredito que você não quer passar sua noite em pé na fila e depois dividindo o recinto com mais 587 casais, certo? eu sou super a favor de ficar em casa não só no dia dos namorados, mas em datas comemorativas em geral. dia das mães, pais, páscoa, e lá se vão longas filas e horas desperdiçadas na rua. enquanto isso a gente pode ficar em casa cozinhando juntos, tomando um vinho e desfrutando de refeições inesquecíveis. pra esse ano eu escolhi essa receita de rigatoni com camarão e vinho branco. você pode trocar a massa, mas sugiro uma massa curta com ondulações, para melhor absorção do molho. e se você estiver se sentindo muito chique, pode trocar o vinho branco por espumante \o/ essa receita é …

spaghetti, vieiras, limão e vinho branco

vamos falar de vícios. vícios em macarrão. e em frutos do mar. e em limão. e vinho! e em como isso tudo junto virou esse prato sensacional, com cara de chique, mas que é mais rápido do que molho de tomate. a primeira vez que eu comi vieira foi na primeira viagem que fiz à nova york, uma década atrás. minha mãe e eu fomos comer num lugar asiático super simples e eu pedi uma sopa de peixe. a sopa estava ótima e, além de peixe, havia essas bolinhas brancas com uma textura super diferente e sabor adorável. fui procurar no cardápio e descobri que estava comendo scallops! nós duas nunca tínhamos visto vieira na vida, e ficamos intrigadíssimas querendo saber o que era aquilo. mas que era muito bom, era. como a gente não tem muito hábito de consumir vieiras por aqui, eu fiquei anos sem comer, mas sempre namorando as receitas que via pela interwebs. ano passado eu comi novamente em bergen, no mercado de peixe, umas vieiras fresquíssimas feitas na chapa na hora. …

pulled pork

há alguns anos atrás eu morei em nova york. antes de ir eu juntei um monte de dicas de onde ir e onde comer e o que fazer. um amigo me disse: vá ao whole foods e coma a salada de alga. olha, eu meio que sabia onde era o whole foods, mas eu só tinha ido a ny uma vez, 5 anos antes, de férias. mal sabia que eu estava prestes a ser embalada por ny e descobrir os meus próprios cantos. entrei no whole foods, fiquei encantada com a seleção e oferta de produtos e segui em direção ao balcão onde ficavam as comidas, a versão do nosso famoso restaurante a quilo. fui lendo as plaquinhas em busca da salada e no meio do caminho me deparei com um pulled pork e não resisti. pronto: amor puro e eterno pelo pulled pork do whole foods. na véspera de fazer essa receita eu fui na feira, peguei um belo pedaço de paleta de um porco bem feliz que veio lá do paraná e fiquei pensando. …

tagliatelle com siri

aí tá cinza? aqui tá tudo cinzinha no céu. meio cinza, meio branco. a temperatura tem estado mais amena, e assim os dias ficam mais agradáveis e o humor melhora exponencialmente. mas daí eu olho o cinza e penso: macarrão. eu também penso “macarrão” muitas outras vezes, mas nos dias cinza é pior. se deixar tem macarrão todo dia. mas a minha sorte é que eu gosto de muitas outras coisas. :) essa receita surgiu daquelas vontade malucas que dá na gente de comer uma coisa muito específica que você nunca viu em lugar nenhum. daí você vai lá e faz, certo? hoje eu queria falar outra coisa que não tem nada a ver com essa massa mas eu preciso dividir também. você tem pinterest? se você não tem, eu sugiro que você crie uma conta agora e fique viciado e seja engolido pelo mundo dos pins. eu tenho muita mania de guardar coisas, mania que vem da minha época de designer onde a gente guardava tudo, principalmente catálogos impressos e muitas referências. tipo, mil pastas …

massa ao pesto com camarão

semana passada eu não vim aqui. aposto que você ficou com saudade :) eu fiquei! mas voltei. voltei com tudo, já tem um monte de receitinhas na fila para serem compartilhadas. vamo que vamo que daqui a pouco é natal e a gente ainda tem que decidir o que vamos ter de especial de fim de ano por aqui. ontem eu fiz esse almoço pros meus pais. simples, rápido e yummyyyy!!! raspamos o prato! acontece que eu estava há semanas com vontade de molho pesto. e vou ser bem sincera, muitas vezes a “seleção” de receitas é muito simples: o que eu tô com vontade hoje? no último mês eu comi pesto duas vezes, e foi a maior decepção. os dois estavam super enjoativos, até perdi o apetite. resultado: dias e dias pensando num molho pesto fresco e super saboroso. ontem tava um calor do diabo aqui no rio, e resolvi fazer essa massa porque é bem fresquinha, já que o molho não é quente. de verdade esse molho não precisa muito de receita. nem de panela. olha como …

lasanha de porco com molho bechamel

quando eu era pequena havia uma loja de massas na esquina da minha casa chamada suprema. um balcão simples expunha as massas frescas e prontas, e você escolhia ali o que queria levar. as senhorinhas atendentes trabalhavam lá desde sempre, e atrás do balcão havia uma enorme janela de vidro que dava pra cozinha. lá dentro dava pra ver as massas sendo preparadas em grandes balcões sujos de farinha e grandes panelas com água fervente. eu era pequenina e lembro de tudo numa proporção enorme. o cardápio devia ser extenso, mas lá em casa a gente só comprava duas coisas: pastéis e lasanha a bolonhesa. era como se o cardápio só tivesse isso. os pastéis eram pra tapear a fome e a lasanha era consumida nas travessas de alumínio mesmo, com um prato de papelão embaixo pra não sujar a mesa. era uma festa. era o almoço de domingo, e durante a semana em algumas exceções. a gente comeu isso durante anos e nunca ninguém se cansou. eu lembro exatamente do sabor do molho branco daquela …

massa caseira recheada com cogumelos e ricota

gente, hoje esse blog lindo faz aniversário de um ano!! \o/ \o/ \o/ pra comemorar, eu resolvi me aventurar na produção de massa caseira e fazer meu próprio macarrão! nas minhas férias em junho eu fiz um curso no recipease, restaurante/loja/escola de culinária do jamie oliver. nos meses que antecederam a viagem eu entrei no site trezentas vezes, e a minha vontade era de fazer todos os cursos. mas, com poucos dias e pouco tempo em londres, eu só podia escolher um. um cursinho. namorei todos e resolvi fazer o de massa recheada, porque assim já aprendia a fazer a massa e as versões com recheio. bem, esse era um dos pontos mais esperados das férias, assim como a minha aula em copenhagen. a aula foi bem legal e rápida, em 2h preparamos tudo e já estávamos com os pratos limpos. fazer a massa foi moleza e o mais complicado foi acertar as formas das massas recheadas – tortellini, ravioli e caramelle. mas depois de algumas tentativas peguei o jeito e ficou tudo lindo :) na aula usamos …

massa com camarões, aspargos e vinho branco

eu fiz essa massa pro meu pai, de presente de dia dos pais. sim, eu realmente dou comida de presente pras pessoas :) meu pai disse que ele queria uma massa especial. oh, lord! essa era a única dica que eu tinha. ele ama massa, e eu sei como é difícil fazer um prato de massa realmente memorável e com sabor único. a primeira opção foi um ragu, mas não faz nem dois meses que eu fiz um ragu pra ele. ele tinha acabado de voltar da itália e resolvemos fazer um almoço para colocarmos a conversa em dia. o prato que ele escolheu para o nosso almoço foi um ragu e já foi logo dizendo que na itália comeu ragu várias vezes e estava encantado com a receita. ou seja, alta expectativa com o ragu da francinha! eu já amo um ragu, aproveitei pra caprichar e fazer um lindão. ele amou, disse que era examente igual ao que ele tinha comida na itália. <3 então eu tinha superar que o ragu. queimei a mufufa e …

massa com frutos do mar

há mais de um ano atrás, antes deste lindo blog existir, eu fiz uma viagem pra itália. sabe, eu sempre quis conhecer a itália. me imaginava estilo noviça rebelde pelos campos da toscana com uma taça de vinho da mão, tomando gelato e comendo pasta até no café da manhã. foi quase isso, tirando o fato de que estava muito frio e eu não corri cantando pelos campos da toscana. mas foi uma viagem in-crí-vel e certamente inesquecível. foram 23 gelatos (sim, eu contei) e muitos pratos de massa. e acho que você deveria saber que eu curto uma feira, de qualquer coisa. seja de cacareco, de comida, de livro, de flor, de móvel. e foram tantas feirinhas que me dá até um suspiro de saudade. muitas barraquinhas vendiam massas, de todas as formas e cores. pois bem, comprei dois pacotes de massa. e desde então, estava à espera de uma ocasião especial pra preparar a tal massa. pensando hoje eu vejo que isso é um pouco idiota, porque não me faltaram dias felizes, e …