Todos os posts com tag

gazpacho verde

me diz se tem coisa mais veranesca, refrescante e lindamente colorida do que esse gazpacho verde? estou levemente apaixonada por essa receita, daquelas que poderia comer todos os dias antes do almoço, no lanche da tarde e na larica da madrugada. e mais apaixonada ainda eu estou por essa produção, feita em parceria com a aline sene e a ingá cria.  se você me conhece ou já veio ao blog antes, deve saber que eu tiro minhas próprias fotos desde sempre. desde as fotos mais sem vergonha de quando eu comecei o blog até ir melhorando, me entendendo com a câmera e me dedicando mais e mais a uma estética bacana. afinal, já diz aquele ditado caquético de velho, que a gente começa a comer pelos olhos.  mas a vida reserva bons encontros pra gente. esse ano eu tive a sorte de conhecer a aline pelo facebook (sim, ele serve pra alguma coisa!). começamos a conversar e fizemos uma primeira sessão. a sopa de cenoura com batata baroa, o tartar de atum e a massa …

panzanella com tomate confit

a clássica salada panzanella ganha novos ares com nossos queridinhos tomate confit. a panzanella é uma salada italiana, que tem como base pão dormido (o famoso pão véio) e tomates, e em alguns lugares também é chamada de panmolle. seu primeiro registro data do século XVI. se isso não é um clássico, não sei mais o que seria. mas nem todo clássico é sinônimo de requinte e longos preparos. no caso da panzanella você precisa apenas de 20 minutos, e ela é perfeita pra reunir todas aquelas “sobrinhas” da geladeira. o resto da cebola, aquele pepino abandonado, o pão véio que ia pro lixo, umas folhinhas de manjericão perdidas. e chega em cima disso tudo, triunfante, nosso tomate confit. o tomate confit apareceu primeiro por aqui na nossa ceia de natal de 2015. a panzanella também apareceu, quando o francinha cooks ainda era um blog baby recém-nascido! o tomate confit virou ingrediente obrigatório aqui em casa. sirvo para visitas com uma torrada e vinho, coloco na massa, na salada, e vira até acompanhamento. depois de …

salada de erva-doce com limão em conserva

então ontem eu contei por aqui sobre a maravilha que é o limão em conserva, e minha primeira sugestão de uso é em uma salada de erva-doce. a erva-doce também é conhecida como funcho, e nessa época do ano é bem fácil de encontrar em feiras e mercados. a primeira receita com esse ingrediente por aqui foi erva-doce assada com parmesão, e continua sendo uma das minhas favoritas. mas como eu queria mostrar pra vocês alguns preparos com o limão em conserva, fiz essa salada de erva-doce bem levinha, rápida e deliciosa. é impressionante como a gente muitas vezes precisa de muito pouco para ter um prato surpreendente. veja bem, são apenas 3 ingredientes, 15 minutos e zero trabalho. mas está tudo ali: o doce e a crocância do funcho, a acidez da cebola e a potência do limão. pode chamar de plant based, de vegan, ou só de salada de erva-doce mesmo. :) se você não usar a erva-doce toda, pode fazer ela assada como na receita aqui de cima e guardar as folhas para …

limão em conserva

quando a vida de ter muitos limões, faça limão em conserva – mas guarde alguns pra caipirinha, ok? sério, esse é o tipo de coisa que você vai querer ter pra sempre na sua geladeira. :) tudo começou quando eu ganhei um carregamento de limões da minha sogra, que viajou de longe com um saco de limões recém colhidos e maduríssimos. acontece que a quantidade da fruta era bem maior do que eu conseguiria consumir, então eu precisava de um plano b para que os limões rendessem. claro que sempre temos a opção torta de limão ou bolo de limão ou lula frita com limão grelhado, mas eu precisava de uma solução melhor naquele momento. e aí eu descobri essa coisa maravilhosa chamada limão em conserva. fuça daqui, google de lá, as proporções da receita de limão em conserva são diferentes em cada fonte, mas a única coisa que você precisa é limão e sal. dois ingredientes, tempo e a mágica está feita! na minha primeira tentativa eu usei a proporção de 1 colher de sopa …

purê de ervilha com aliche

se houvesse um prêmio aqui em casa chamado “melhor receita de acompanhamento de 2018”, certamente esse purê de ervilha com aliche sairia carregando um troféu de ouro. acreditem em mim, são apenas 4 ingredientes, mas o resultado é simplesmente divino. esse purê de ervilha apareceu aqui em casa na fase de testes do peixe assado com quiabo tostado. essa era uma das opções para o acompanhamento, no lugar do quiabo e leite de coco. mas o sucesso foi tão grande que virou comida do dia a dia por aqui, e ainda faz sucesso nos eventos que eu faço. mas normalmente a primeira reação é: “aliche? muito forte, não gosto!!”. e é aí que entra a novidade: nessa receita o aliche entra como tempero! lembra do capellini com molho de tomates frescos? então, o conceito é o mesmo. o aliche, quando usado como tempero, deixa o prato super perfumado! às vezes eu também coloco um pouco no molho pesto, e o resultado é surpreendente. para esse purê de ervilha com aliche você pode usar tanto as frescas …

hamburger de lentilha com pesto de rama de cenoura

há muito tempo não colocava um hamburger por aqui, então essa semana vamos de hamburger de lentilha com pesto de rama de cenoura. como uma pessoa que almoça em casa todos os dias, confesso que hora do almoço muitas vezes é um sofrimento pra mim. abro e fecho a geladeira e não consigo chegar à uma solução sobre o que comer. por fim termino nas saladas, recheadas de verdes e legumes, temperadas com limão e azeite e pronto. bem, mas uma das coisas mais importantes quando falamos de cozinhar em casa é abordarmos planejamento de compras e cardápios. então vamos usar de exemplo hoje dois ingredientes: cenoura e lentilha. normalmente eu deixo a lentilha pronta, porcionada e congelada. e descongelo para fazer saladas, bolinhos, sopas e etc. semana passada eu voltei da feira com essa cenoura maravilhosa, com rama e tudo. bem, é preciso saber o que fazer com tanta cenoura, não adianta comprar e deixar a bichinha esquecida no fundo da gaveta. então a cenoura virou: pesto de rama, parte do caldo de legumes …

curry de couve-flor

mais um prato pra integrar nosso menu de coisas quentinhas e maravilhosamente deliciosas, um curry de couve-flor feito em casa do zero. você também pode usar outros legumes, mas essa é uma forma de provar que couve-flor pode ser uma delícia, sim! :) volta e meia eu visito lojas de produtos orientais. normalmente volto pra casa carregada, e na minha visita à liberdade semana passada não foi diferente. voltei com projetos de lamen, guioza, yakisoba, curry e muitos pratos inspirados na culinária oriental. nesses meus passeios também conheci a bardana, uma raiz bem comprida, que é daqueles alimentos super nutritivos que a gente adora! ela lembra um pouco o nabo e tem uma textura bem crocante. tenho usado para fazer sopas e ensopados. a primeira vez que provei foi um estrogonofe de cogumelos com bardana que estava sensacional! procurem e experimentem! mas voltando ao assunto curry, sempre que eu vou nessas lojinhas vejo aqueles mil tabletes de pasta de curry e curry pronto com embalagens escritas em japonês, o que deixa praticamente impossível a gente …

sopa de cenoura com batata baroa e cúrcuma

oficialmente ainda falta um mês pro inverno, mas essa sopa de cenoura com batata baroa e cúrcuma abre oficialmente nossa temporada de receitas quentinhas e deliciosas para espantar o frio. essa sopa foi “criada” num dia de geladeira vazia, junto com aquela preguiça enorme de ir fazer compras. as únicas coisas disponíveis eram a cenoura e a batata baroa. o caldo de legumes eu sempre tenho congelado, pois uso como base para todas as sopas, ensopados, risotos e etc. mais um temperinho e está resolvido o problema. como essa era uma receita meio improvisada eu confesso que não estava nem dando muita bola, até o momento da primeira colherada. que delícia!! para a versão vegana não adicione o creme de leite. o resultado final não é modificado, o creme é apenas uma finalização de “azedinho” no prato. tenho certeza que essa sopa de cenoura com batata baroa e cúrcuma vai ser uma das suas favoritas nesse inverno! mas mudando de assunto, há alguns dias anunciei nas redes sociais do blog que em junho vou fazer um …

salada de grão de bico com vinagrete de tangerina

pode colocar essa salada de grão-de-bico com vinagrete de tangerina na sua lista de receitas preferidas deste tão amado blog! <3 pelo menos por aqui ela já virou queridinha, e brilha muito tanto naquele jantar de dia de semana quanto pra dividir com os amigos numa ocasião especial. eu gosto muito de saladas com grãos, acho super prático e acaba que a salada vira uma refeição completa, nem precisa de mais nada. essa salada de grão-de-bico com vinagrete de tangerina foi “criada” para um pequeno evento que eu fiz, servida num potinho antes do prato principal. o sucesso foi tamanho que eu resolvi colocar uma versão dela aqui. apesar dessa receita parecer muito simples (e é mesmo), essa combinação de sabores é uma pequena explosão de surpresa. o grão-de-bico funciona como a base da salada, mas você também pode usar outros grãos da sua preferência. cada elemento tem sua textura e sabor, o salgadinho da semente vai super bem com o coentro e tudo é amarrado com o vinagrete de tangerina. dá pra comer de …

estrogonofe de cogumelos

a maníaca dos cogumelos ataca novamente, dessa vez com um estrogonofe de cogumelos que dá vontade de comer a panela inteira. se você me conhece sabe que eu tenho uma paixão assumida por cogumelos desde criancinha. não posso ver uma bandejinha no mercado que já trago pra casa, mesmo sem saber o que fazer com eles. poderia passar o post inteiro falando de como eles são cheios de umami, proteicos, versáteis, maravilhosos e lindos. mas vamos focar na receita da vez, um estrogonofe de cogumelos que não vai deixar nenhum carnívoro com saudades de bifinho. dia desses voltei do meu querido instituto chão com 3 bandejinhas de portobello. duas viraram esse estrogonofe, e a outra virou parte de um poke. eu não tinha muitas intenções com eles, mas reparei que uma das receitas mais acessadas aqui do blog tem sido um estrogonofe de soja que eu fiz lááá no comecinho de tudo, quando eu ainda nem sabia direito o que tava fazendo. hoje em dia eu não como mais soja, então o cogumelo virou o ingrediente …