Todos os posts com tag

salada de salmão curado, lentilha vermelha e agrião

sabe aquelas receitas super fáceis que são simplesmente sensacionais? essa é uma delas. eu aprendi a curar o salmão numa aula de culinária nórdica que eu tive ano passado. esses dias eu comprei uma peça de salmão linda e super fresca, e resolvi fazer esse processo de cura para aproveitar o ingrediente em várias receitas. enquanto eu curava meu salmão, eu fiquei pensando como esses pescadores da idade média eram inventivos. mas não tinha geladeira, nem luz elétrica, nem isoporzinho com gelo, e muito menos comida congelada. então eles precisavam se virar mesmo pra conservar a comida que conseguiam. esse salmão curado se chama gravlax e é um prato tradicionalmente nórdico. grav vem de cavar, enterrar. lax significa salmão. inicialmente o peixe era coberto em sal e enterrado. essa conserva fazia que o peixe fermentasse um pouco, e toda a camada de sal desidrata a carne e tornar o ambiente pouco propício para o desenvolvimento de bactérias e fungos. e assim eles podiam consumir o produto por vários meses depois de pescado ou caçado. isso também te lembra …

papillote de peixe com shimeji e nirá

quando eu era pequena, no caminho da escola havia uma lojinha de produtos japoneses chamada casa vitana. ficava bem pertinho de casa. sempre que a gente ia lá a minha mãe me comprava uma mupy, que pra quem não conhece é tipo um ades, um suquinho de soja com vários sabores. eu amava o mupy de maçã, e até hoje eu chamo o treco de mummy. eu não lembro muito bem o que tinha lá dentro, sei que era uma portinha meio quitanda japonesa meio importadora. e eu podia também comprar bala de alga (que eu também amo até hoje). quando eu era pequena minha mãe não me deixava comer chiclete nem doce nem jujuba. eu não sei se foi pelas restrições, mas hoje em dia eu quase não como besteira, nem chocolate, nem chiclete. nunca desenvolvi esse paladar doce, e sempre me inclinei pros azedos e amargos. bem, no final de semana eu resolvi fazer uma visita à casa vitana, não ia lá há anos (que escrevendo esse post eu descobri que tem filial e …

bandeja de peixe com polvo e camarão

primeira semana do ano. já fez sua listinha de metas pra 2015? já pensou no que tá bom ou no que deve mudar? a hora é agora, hein! a minha listinha de metas é secreta e intransferível, mas eu posso contar pra você que 2015 é um ano cheio de novidades. e que a gente vai aproveitar esse calor do demônio pra fazer umas receitas levinhas e fresquinhas, combinado? aqui no rio de janeiro faz tanto calor que não dá nem vontade de comer. nem de beber. nem de se mexer. um horror mesmo. viva a água gelada e o ar condicionado! no primeiro final de semana do ano eu já estava com uma ideia do que queria fazer. tudo muito simples. percebi que depois do natal me deu uma certa preguicinha de ir pra cozinha. é que o natal teve bastante coisa, muitos pratos e preparações, e muita gente, uma alegria só. e eu tive uma ajudante especial natalina, minha sobrinha que adora cozinhar e passou o dia comigo na cozinha preparando a nossa ceia …

torta de peixe com batata baroa

naquela viagem mágica, que eu já falei aqui algumas vezes, eu comi uma torta de peixe em bergen, na noruega. eu estava a maníaca da comida tradicional, e li em alguns lugares que a torta de peixe estava na lista dos pratos tradicionais. assim como a baleia, a rena, outras carnes de caça e mais toneladas de peixe e frutos do mar. pois eu experimentei a torta de peixe e estava simplesmente delicioso. comida simples, tradicional, e eu arriscaria dizer que tinha sabor de receita de família. mais uma lembrança gastronômica feliz pra minha vida. <3 um dia eu vou pesquisar e testar uma receita dessa. o que eu comi parecia um super recheio empanado, que você pode ver na foto aqui debaixo. olha, essas comidas que marcam eu levo pra vida. e de vez em quando viram outra receita, ou uma refeição especial, ou uma interpretação do que dá pra gente fazer com os ingredientes que temos por aqui. o propósito desse blog e de todas as receitas é isso: comida conforto, pra compartilhar, pra levar …

bacalhoada

eu curto muito esses pratos de tudo junto e misturado, sabe? parece um pouco desafio, já que a impressão é que se der errado, vai dar muito errado, diferente de um prato com vários acompanhamentos. eu gosto dessa mistura, de ter certeza que os ingredientes vão se dar bem, que eles precisam do mesmo tempo de cozimento, e que o todo será incrivelmente saboroso. esse foi o prato do dia 25 de dezembro. duas travessas grandes de bacalhoada. regada no azeite extra-virgem. feita pra família, com o maior amor, e com  a visita ilustríssima de uma italiana de verdade que estava há apenas dois dias no brasil. depois de me ver na cozinha, e  de comer a bacalhoada, ela disse que eu cozinho como uma italiana. quase escorreu uma lagriminha. cut the drama, vamos à receita! sem medidas, depende de quantas pessoas você vai servir. você pode calcular uns 300g de bacalhau/pessoa. eu usei pedaços de bacalhau e desfiei para montar o prato, mas se você tiver umas postas bonitas pode usá-las inteiras.  ingredientes: bacalhau já …

salada com molho de iogurte

adoro salada. adoro agrião. eu posso comer um pé de agrião sozinha em alguns minutos e pedir mais. mas eu respeito os outros, sei que nem todo mundo gosta. dia desses acordei com desejo. então fiz essa salada supimpa de agrião, mussarela de búfala, salmão defumado e molho de iogurte. muito muito fácil, saudável até a última mordida e deliciosa e refrescante.  então quando você encher dos molhos prontos, e dos básicos, tenta esse. sem mistério e sem desculpa pra ser saudável.  ingredientes:  1 pote de iogurte desnatado (180g) 1 xícara de chá de endro suco de um limão duas colheres de sopa de azeite extra-virgem sal e pimenta como faz: bata todos os ingredientes no processador. tempere com sal e pimenta, prove e corrija se necessário. regue sua salada predileta e pronto!

vermelho recheado

ah, a feira livre e a barraca de peixe… dá pra ficar ali uma hora olhando aquela peixarada toda, pensando mil receitas, mil sabores, 250 formas de preparar. e tudo bem saudável, fresquinho, colorido. dessa vez a receita é um vermelho recheado assado no forno, bem bonito e fresco, de 1kg. peça ao peixeiro para limpar o peixe para rechear. ele vai entender o que você quer e te devolver ele pronto. antes de rechear, leva bem o peixe em água corrente. depois de limpo, esse vermelho alimentou bem 3 pessoas. qual peixe você vai usar vai depender de alguns fatores: qual está fresco, qual cabe no seu bolso e (muito importante) qual o tamanho da sua travessa refratária.  *dica: depois de todos felizes e alimentados, guarde a cabeça do peixe e o resto do molho para fazer um pirão em uma próxima refeição. você pode deixar tudo congelado até decidir usar.  ingredientes: um peixe pronto para ser recheado  4 tomates maduros 1/2 alho-poró (uns 15/20cm) 1 ramo de funcho 1 ramo de tomilho 1 …

espetinho de lula e cherne

começou numa manhã, comprando peixe e lula na feira, enfiando o dedo pra ter certeza que o peixe estava fresco e suculento, andando de havaiana e sentindo aquela leveza que se sente ao colocar um chinelo e um short depois de passar 5 dias de sapato atravessando a avenida rio branco. terminou com uns 35 espetinhos devidamente devorados. resumindo: só alegria. e é a coisa mais fácil de fazer, olha só: ingredientes:  para a marinada: * suco de 3 limões 1 molho de salsa 1 ramo pequeno de dill ou endro 5 colheres de sopa de azeite extra virgem 5 colheres de chá de açafrão em pó 1 colher de chá de noz moscada em pó pimenta moída na hora e sal para os espetinhos: (rende uns 35 espetinhos) 800g de filé de cherne (você pode usar também outro peixe com o filé alto, para que posso cortar em cubinhos) 800g de lula palitos de churrasco como faz: bata todos os ingredientes da marinada em um processador (caso você não tenha um, bata tudo no …

atum no forno com camarão

queria fazer uma receita nova com peixe. pra mim, qualquer coisa do mar é sempre a primeira opção. folheei todos os meus livros de receita e nada. então fui pra feira, e no caminho fui escolhendo meus ingredientes pro prato novo. bem facinho, delicioso, servido com salada verde. e foi super aprovado por quem comeu! ingredientes:  para o peixe: 1 filé de atum fresco (em torno de 700g serve bem 3 pessoas) 6 camarão médios (2 camarões por pessoa) 4 tomates italianos alecrim 1 cabeça de alho sal, pimenta moída na hora e azeite de oliva 1 punhado de manjericão 1 punhado de tomilho fresco 1 ou dois limões para a salada: alface, agrião, hortelã e palmito como faz: em uma travessa que vá ao forno, coloque os tomates cortados em 4, os camarões lavados e inteiros, e algumas cabeças de alho fatiadas. o ideal é, enquanto você prepara essa parte, que o atum fique guardado, porque se ele fica do lado de fora rapidamente começa a ficar com uma cor estranha. Depois deste ingredientes, lave bem …