[todas as receitas], massa
escrever comentários

pad thai

eu já falei por aqui uma vez, no post do pulled pork, sobre o tempo que eu passei em nova york estudando e algumas das comidas que marcaram minha estada por lá. e toda vez que eu vou escrever um post desse eu fico um pouquinho nostálgica e muito feliz, porque só reforça aquela história toda da importância da comida na nossa vida e como ela gera tantas lembranças afetivas.

semana passada, jantando com meu namorado, ele me contou dos bolinhos de abobrinha que a avó dele fazia quando ele era pequeno. pelas minhas contas faz uns 30 anos que ele comeu o tal bolinho, mas a cena foi descrita com detalhes. achei tão bonito aquilo, essa relação vó-comida-afeto que se leva pra vida toda. e dele me contando da vó dele eu lembrei do meu avô, que me dava linguiça no café da manhã e me ensinou a enfiar o pão com manteiga dentro do café com leite. a minha avó fazia pizza de massa fofinha e canja de galinha, e minha parte favorita era a pele do frango que ficava lá boiando.

pad-thai-5

mas voltando à nova york, um dos meus programas favoritos era ir num tailandês na rua 5, que anos depois eu fui atrás e vi que tinha fechado. não que faltem tailandeses em nova york, mas aquele era o do coração. e toda vez eu pedia o pad thai, depois de ler o cardápio 3 vezes e ter anunciado que pediria uma coisa diferente. é assim mesmo quando a gente gosta de alguma coisa, né? pois desde que eu me mudei pra sp, em todas as minhas visitas às lojinhas mara da liberdade, eu pensava que tinha que fazer o bendito do pad thai pra vocês. nunca saía de lá com todos os ingredientes, ou esquecia alguma coisa, ou sei lá. mas acontece, meus amigos, que eu descobri uma loja perto da minha casa que tem todos os produtos das lojinhas da liberdade. \o/ mas é perto de casa. essa preciosidade se chama comercial gaivota. fui dar uma passadinha, coisa rápida, e saí de lá com um mês de cardápio oriental. então se preparem, porque o pad thai é só a primeira receita nessa pegada.

pad-thai-1
pad-thai-4

quanto aos ingredientes, você acha todos nessas lojinhas de produtos orientais.


porções: 2-3 | tempo de preparo: 40 minutos

ingredientes:

  • 5 colheres de sopa de extrato de tamarindo
  • 7 colheres de sopa de nam pla
  • 2 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa de água quente
  • 200g noodles de arroz – de preferência do mais grossinho
  • 250-300g de camarão limpo
  • 6 cebolinhas
  • 4 dentes de alho
  • 1 cebola roxa pequena
  • 2 ovos
  • 2 xícaras de broto de feijão
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • coentro para finalizar (opcional)

como faz: aqueça 3 litros de água em uma panela grande. coloque os noodles na água por aproximadamente 20 minutos ou até que estejam macios. lave os camarões e reserve. em uma tigela misture o extrato de tamarindo, o nam pla, o vinagre, o açúcar e a água quente, misture e reserve. fatie a cebola e o alho em fatias bem finas. em uma frigideira grande, aqueça o óleo. frite os camarões em levas que caibam na frigideira confortavelmente, aproximadamente 1-2 minutos de cada lado ou até que estejam rosados e reserve. na mesma frigideira, adicione a cebola e refogue até que esteja transparente. adicione o alho e refogue por um minuto. enquanto isso, escorra os noodles. coloque os noodles na frigideira e misture por 30 segundos, em fogo médio-alto. adicione o molho e misture bem. abra um espacinho entre os noodles e coloque os dois ovos. depois de dois minutos incorpore os ovos aos noodles delicadamente, para que se espalhem por toda a massa. por último adicione o broto de feijão (você também pode servir separado, se quiser), a cebolinha picada e o camarão. misture tudo e sirva com algumas folhinhas de coentro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.