[todas as receitas], massa, veggie
escrever comentários

nhoque de mandioquinha

nhoque de mandioquinha

a primeira vez que eu fiz uma receita de nhoque de mandioquinha, foi um fracasso épico e inesquecível. eu colocava farinha, e mais farinha, e mais ainda…. e a massa nunca dava o ponto. acabei com uma cozinha enfarinhada até o teto, roupas que pareciam ter saído de dentro da fábrica de farinha e um nhoque massudo e quase intragável.

mas olha, acontece e muito. primeira vez de uma receita é teste do teste. muitas vezes uma receita precisa ser feita 2, 3, 5 vezes até estar pronta para conhecer o mundo. e pode parecer estranho, porque se você colocar “nhoque de mandioquinha” no google vão aparecer mais de 200.000 resultados. mas umas receitas têm um pulo do gato que não é qualquer site que te conta.

nhoque de mandioquinha

a segunda tentativa do nhoque de mandioquinha também beirou e fracasso, e por ainda eu havia desistido do tema. porém, ele continuava ali, persistente, na minha lista de receitas a fazer pro blog. então quando fiz a formação no senac, desabafei com meu querido professor que meu nhoque de mandioquinha nunca dava certo. foi aí que ele me revelou o pulo do gato: em vez de cozinhar as mandioquinhas, melhor assá-las. pronto, estava explicada a questão. as danadas retêm muita água, ficam molengas, era por isso que eu adicionava farinha e nunca chegava a um nhoque leve.

nhoque de mandioquinha

voltei pra cozinha, determinada a fazer aquilo funcionar. era questão de honra. moral da história: não sobrou um nhoque de mandioquinha pra contar história. ♥ moral da história 2: assem suas batatas e mãos à obra!

e aí é só você escolher seu molho favorito. temos molho de tomate, quatro queijos, um cacio e pepe com linguiça pirineus ou um clássico pesto. ♥


porções: 4 | tempo de preparo: 1h30

ingredientes:

  • 1kg de mandioquinha
  • 1/4 colher de chá de noz moscada 
  • 1/3 de xícara de queijo parmesão ralado fino
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de sal 
  • farinha para polvilhar

como faz: pré-aqueça o forno a 180ºc. descasque as mandioquinhas, descarte as pontas e corte em rodelas de 1cm. coloque em uma assadeira e leve ao forno por 40-50 minutos, até estarem macias. faça o teste espetando com um garfo ou faca. retire do forno, espere amornar e passe pelo espremedor de batatas (ou faça com um garfo mesmo). coloque em uma tigela grande a batata amassada, noz-moscada, queijo, sal. misture bem e então adicione a farinha aos poucos, sempre misturando bem (com as mãos ou uma colher de pau grande), até dar o ponto. o ponto que você busca é uma massa homogênea, úmida, um pouquinho grudenta, mas que quando vai pra bancada enrola bem. se você achar que o ponto chegou antes de usar a xícara toda de farinha, ótimo, pare por aí mesmo. deixe a massa descansar enquanto você prepara a bancada. separe uma assadeira grande, uma tábua (ou a bancada lima), um pouco de farinha, uma espátula ou faca. lave bem as mãozinhas. com a massa, faça bolinhas de 3cm. polvilhe farinha na tábua e coloque a bolinha. empurre a bolinha para frente e pra trás, sempre usando as duas mãos, de forma que a bolinha vire uma cobrinha. corte a cobrinha em pedaços de 1cm de largura. conforme for cortando as bolinhas, transfira para a assadeira enfarinhada (para não grudar).

para cozinhar: coloque 2l de água em uma panela grande e leve para ferver. quando estiver fervendo, adicione o nhoque e 1 colher de sopa de sal. quando as bolinhas começarem a flutuar, cerca de 2-3 minutos, está pronto. escorra e sirva imediatamente com o molho de sua preferência.

para congelar: leve a assadeira ao congelador por 2h até o nhoque estar congelado. só então transfira para um recipiente. guarde por até 3 meses. para servir, retire do congelador e cozinhe ainda congelado, conforme passo a passo acima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.